Manaus, 21 de julho de 2024

Cultura

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação

Artes visuais: projeto oferece residência gratuita a artistas da Amazônia

As inscrições começam neste sábado (22/1).

Da redação

O projeto ‘Plataforma Ribanceira: Visualidades Amazônidas‘ vai abrir inscrições para residência gratuita em artes visuais, a partir deste sábado (22/1). Esta edição do projeto, que será online, contará com 20 vagas, sendo que 10 inscritos vão receber uma bolsa com ajuda de custo. A bolsa será destinada a artistas negros, indígenas e travestis da Amazônia.

A iniciativa de artistas manauaras visa criar redes de estudos e de produção nas mais diversas linguagens artísticas para criadores amazônidas. Ao final da residência artística, a turma vai apresentar, em uma exposição virtual, as obras inéditas feitas durante a especialização.

O multiartista Vitor Rocha, idealizador do projeto, destacou celebra a realização da residência artística.

“Para nós criadores em artes, que temos como principais referências nossas raízes amazônidas e afrodiaspórica, é sobre a necessidade de criar em conjunto, dialogando sobre nossas vivências e se curando, e este é o intuito da plataforma, conectar criadores e criadoras da nossa região em estudos para se fortalecer como coletivo”, disse Vitor.

A ‘Plataforma Ribanceira: Visualidades Amazônidas’ é uma realização do Café Preto Produções Artísticas, com apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos – ManausCult, contemplado no Concurso Prêmio Manaus Zezinho Corrêa.

Os facilitadores Randy Souza, Teti Belém, Ester Medusa e Mafel Matagal, e o idealizador Vitor Rocha, de branco, no centro. Fotos: Divulgação

Cronograma

A residência artística vai ser realizada entre 8 de fevereiro e18 de março de 2022.

A programação virtual é composta por encontros de criação com os artistas manauaras, oficina de corpo e escrita, semana de criação e curadoria, exposição coletiva das obras e certificação aos participantes.

Segundo informações do idealizador, ao longo dos estudos, os artistas ficarão imersos em referências da Região Norte dialogando sobre as criações artísticas na Amazônia. A cada semana, criadores e facilitadores estarão comprometidos em investigar seus processos criativos e gerar obras inéditas.

No total, serão 12 encontro teóricos-práticos facilitados por artistas emergentes Manauaras; 2 oficinas de criação a partir do corpo e da escrita; 3 consultorias de obras e 1 exposição virtual coletiva dos trabalhos criados durante a edição.

Inscrições

As inscrições começam neste sábado (22/1) e seguem até o dia 31 de janeiro. Podendo ser realizadas pelo link: https://bit.ly/PlataformaRibanceira.

No ato da inscrição, além do preenchimento de informações, o artista também deverá submeter portfólio e carta de interesse.

Poderão participar do projeto artistas maiores de 16 anos, que sejam criadores em artes visuais (fotografia, performance, lambe-lambe, colagem, grafite e mais) e cujo as criações estejam vinculadas à Amazônia.

Resultado

A lista de selecionados para a residência artística na ‘Plataforma Ribanceira: Visualidades Amazônidas’ será divulgado no Instagram (@cafepreto.prod), no dia 3 de fevereiro de 2022.

Logo em seguida, vai ser enviado um e-mail de confirmação da participação dos selecionados.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!