Manaus, 1 de agosto de 2021

Amazônia

Foto: Ricardo Oliveira/Sema
Foto: Ricardo Oliveira/Sema Foto: Ricardo Oliveira/Sema

Workshop celebra 20 anos da criação da Reserva da Biosfera da Amazônia Central

O evento será realizado nesta quarta com transmissão pelo YouTube.

Com informações da assessoria

A Reserva da Biosfera da Amazônia Central completa 20 anos, nesta quarta-feira (14/7). Em comemoração, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) promove um workshop on-line, aberto ao público, com transmissão pelo YouTube da Sema Amazonas (https://bit.ly/3edP66B).

O evento realizará um balanço geral dos anos de atuação e discutirá futuras ações voltadas à gestão das áreas protegidas, juntamente com Organizações da Sociedade Civil (OSCs).

A Reserva da Biosfera é um instrumento de conservação que favorece a descoberta de soluções para problemas como o desmatamento das florestas tropicais, a poluição atmosférica, o efeito estufa, entre outros.

Foto: Ricardo Oliveira/Sema

De acordo com Sema, cada reserva é uma coleção representativa dos ecossistemas característicos da região onde se estabelece, privilegiando o uso sustentável dos recursos naturais nas áreas assim protegidas.

“A Reserva da Biosfera da Amazônia Central abriga um conjunto de áreas protegidas, com o intuito de dar efetividade à conservação ambiental e ao desenvolvimento sustentável da região. O intuito do workshop também é compartilhar conhecimento sobre a gestão territorial na reserva e como ela funciona como instrumento de gestão ambiental”, destacou o presidente do Conselho da Reserva da Biosfera da Amazônia Central, o secretário titular da Sema, Eduardo Taveira.

Durante quatro horas, representantes da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, da Wildlife Conservation Society Brasil (WCS Brasil), do Conselho Nacional das Populações Extrativistas no Amazonas, do Conselho do Mosaico do Baixo Rio Negro e de outras entidades vão debater questões relativas aos 20 de anos de reserva e seus mecanismos de conservação.

A secretária executiva do Conselho da Reserva da Biosfera da Amazônia Central, Christina Fischer, ressalta que o público que participar do workshop pode esperar discussões que engrandeçam a gestão ambiental. Além disso, o encontro marcará o lançamento do novo plano de desenvolvimento da Reserva da Biosfera para os anos 2021/2024, que passou por revisão em 2020.

“Vamos fazer um balanço desses 20 anos de criação da Reserva da Biosfera. Esperamos que as atividades voltadas às áreas protegidas sejam desenvolvidas com plenitude, e também será uma oportunidade para alinhar, de forma conjunta com a sociedade civil, a realização das ações contidas no nosso plano da Reserva da Biosfera. Um documento de desenvolvimento ambiental que queremos lançar durante o workshop”, afirma.

Programação

O evento começa às 9h desta quarta-feira, com a composição da mesa diretiva, a ser formada pelo presidente do Conselho da Reserva da Biosfera da Amazônia Central, o titular da Sema, Eduardo Taveira; o diretor-presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam), Juliano Valente; o secretário Municipal de Meio Ambiente de Manaus, Antônio Stroski; e o oficial de Projetos de Ciências Naturais da Unesco Brasil, Glauco Kimura.

O ciclo de palestras inicia às 9h30, com o painel ‘Contextualização de Reserva da Biosfera no Brasil e seus avanços’, conduzido pelo presidente do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Clayton Lino.

A seguir, às 9h45, o coordenador regional do Conselho Nacional das Populações Extrativistas no Amazonas, Dino Torquato, apresenta a palestra ‘Comunidades Tradicionais no contexto da Reserva da Biosfera da Amazônia Central’.

Após um debate das temáticas apresentadas, às 10h15, é a vez da palestra sobre a Rede de Mosaico de Áreas Protegidas (Remap) e Mosaico do Baixo Rio Negro, com o coordenador da Remap, Marcos Pinheiro, e o presidente do Conselho do Mosaico do Rio Negro, Marco Antônio Lima.

Em seguida, às 10h30, o diretor da WCS Brasil, Carlos Durigan, apresenta a palestra “Gestão integrada e governança do Sítio Ramsar”. O último painel é sobre o Histórico e Ações do Conselho da Reserva da Biosfera da Amazônia Central (Cerbac), com a Secretária Executiva do Conselho, Christina Fischer, às 10h45.

A programação finaliza por volta das 11h30, com o lançamento do novo Plano de Ação e nova logomarca da Reserva.

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Aprovada em 2001, a Reserva da Biosfera da Amazônia Central faz parte da Rede Mundial de Reservas da Biosfera da Unesco. A reserva está localizada na área do Projeto Corredor Ecológico Central da Amazônia, no interior do Amazonas, que abriga um conjunto de áreas protegidas.

No Brasil existem sete Reservas da Biosfera reconhecidas: Pantanal, Mata Atlântica, Cinturão Verde de São Paulo, Cerrado, Caatinga, Amazônia Central e Serra do Espinhaço. Essas reservas desempenham o papel de promover a conservação da biodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais, assim como incentivar o conhecimento científico e tradicional em cada região.

COMPARTILHE