Manaus, 1 de dezembro de 2022

Música

Foto: Boi Garantido
Foto: Boi Garantido Foto: Boi Garantido

Com Covid-19, Márcia Siqueira diz estar bem, lamenta perdas e faz alerta

Cantora acredita que se contaminou enquanto trabalhava.

Por Eliena Monteiro

Márcia Siqueira, levantadora de todas do Boi Garantido, foi infectada pela Covid-19. A cantora acredita que se contaminou enquanto trabalhava. Já seguindo o protocolo contra a doença, ela disse que está bem, lamentou pelas recentes perdas no meio artístico e alertou sobre os riscos da infecção.

Márcia contou que sentiu os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 1º de janeiro. “Como achei estranho a febre e a garganta, dia 2 já fui no laboratório, fiz o PCR Express e deu positivo”, relatou ao Portal Edilene Mafra.

Logo após o diagnóstico, ainda no dia 2, a cantora começou o protocolo de tratamento contra a doença, usando os remédios indicados. Nesta segunda-feira (4/01), ela fez uma tomografia.

“O pulmão está 20% [comprometido], o que é uma média para os infectados. Então, é lutar para que isso não aumente.

Perdas no meio artístico

A cantora disse que perdeu alguns amigos do meio artístico, que faleceram em decorrência de complicações da Covid-19. “Hoje eu perdi dois colegas, o Kayro Robson, percursionista, e a Dany Costa, que era produtora cultural e guitarrista. Outros amigos estão internados. Não está fácil. Está muito sério”, disse.

Alerta

Márcia acredita que se contagiou enquanto realizava um de seus compromissos profissionais. “Apesar de todo o cuidado que eu tive nesse tempo todo, de usar máscara, de não aglomerar, a gente está num pico muito alto, que está difícil”, disse. “Amigos estão indo em menos de 10 dias. É assustador”, completou.

A levantadora de toadas alertou que os cuidados devem ser redobrados neste momento. “Eu sei que está todo mundo correndo atrás, claro. A gente está tentando sobreviver de todas as formas. Mas, nesse momento, a gente precisa realmente se recolher para se preservar, preservar a família, porque está muito perigoso”, disse.

“Não tem mais grupo de risco. Se não tiver cuidado, evolui para óbito”, alertou.

Isolamento

Depois do diagnóstico, Márcia está mantendo quarentena. “Eu estou bem e me cuidando”, disse.

COMPARTILHE