Manaus, 6 de julho de 2022

Festivais

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Presidentes dos bois Garantido e Caprichoso agradecem contribuição de Zezinho ao boi-bumbá

Antonio Andrade e Jender Lobato prestaram homenagem ao cantor.

Da redação

Os presidentes dos bois Garantido e Caprichoso, Antonio Andrade e Jender Lobato, respectivamente, prestaram homenagem a Zezinho Corrêa. Eles agradeceram a contribuição do cantor ao boi-bumbá, ritmo amazonense que embala o Festival de Parintins. O artista faleceu na manhã deste sábado (6/2), em Manaus, vítima de complicações da Covid-19.

Antonio Andrade destacou que Zezinho “atravessou o rio para nunca mais voltar”, e lembrou que o cantor contribuiu para que o boi-bumbá ficasse conhecido no mundo. “A história de Garantido e Caprichoso estão misturadas com a história do Zezinho e vice-versa. Foi através dele que a toada chegou no outro continente. Atravessou o oceano, chegou na França, ganhou a Europa e ganhou o mundo todo”, disse, citando ‘Tic Tic Tac’, composição de Braulino.

Zezinho contribuiu com divulgação do boi-bumbá. Foto: Reprodução

Para o presidente do Boi Garantido, Zezinho deixa boas memórias. “Lembrança de um grande colaborador, de uma pessoa que realmente fez muito pelo folclore do boi-bumbá de Parintins, que hoje é uma festa mundial, e ele tem uma parcela de colaboração muito grande na expansão do boi. Zezinho, esteja em paz e obrigada por tudo o que você fez pela cultura do boi-bumbá da nossa terra”, reforçou, em vídeo (assista, abaixo).

Jender Lobato exaltou o trabalho do artista. “Hoje o Amazonas perde um dos seus maiores artistas, Zezinho Corrêa partiu para a eternidade, vencido por esse maldito vírus que tira diariamente milhares de vida”, escreveu, nas redes sociais.

O presidente do Boi Caprichoso também lamentou a morte e agradeceu. “Que Deus conforte sua família e fãs. Obrigado por gravar tantas toadas do Boi Caprichoso e por divulgar nossa cultura”, disse Jender Lobato.

COMPARTILHE